Gold Clock

quinta-feira, 7 de fevereiro de 2013

PEDRO SIMÕES NETO



Mais uma Estrela na Constelação Divina: PEDRO SIMÕES NETO.

Pedro Simões a participar no 2º SARAU DO REENCONTRO,
em Ceará-Mirim/RN. Imagem de: Ceicinha Câmara.

Como membro correspondente em Portugal, da ACLA - Academia Cearamirinense de Letras e Artes, a mediadora deste blogue comunica o falecimento do presidente desta academia: PEDRO SIMÕES NETO, ocorrido  dia 01 de fevereiro, na cidade de Natal/RN - Brasil, lamentando a sua partida para a Casa do Pai, após uma longa enfermidade. 


Pedro Simões era natural do Rio de Janeiro, "adotando e sendo adotado" ainda criança,  pela cidade de Ceará-Mirim/RN. Advogado, professor, escritor e ex-secretário da Segurança Pública do Estado Rio Grande do Norte, foi secretário durante o Governo Geraldo Melo (1987-1990).



Fora professor dos cursos de direito da Universidade Federal do RN (UFRN) e Universidade Potiguar (UnP), além de enveredar pelo campo da literatura, com trabalhos publicados que vão de temas como o direito ao espiritualismo.



Nos últimos anos adotou uma reclusão que oscilava entre Natal e uma chácara em Macaíba.



Homem de larga cultura, era considerado o maior contratualista do Rio Grande do Norte, respeitado nacionalmente.



Pedro Simões Neto era aquele modelo  intelectual completo: grande leitor, escritor, editor e articulador da Cultura. No seu dinamismo, fundou a Academia Cearamirinense de Letras e Artes – ACLA, apresentando ao Poder Público municipal um Plano de Cultura e Turismo. 



Foi agraciado com o Titulo de Cidadão Natalense, em 19 de outubro de 2011, no auditório da Fundação Capitania das Artes, em Natal/RN.



Esta imagem trago do facebook de PEDRO SIMÕES, onde ele externou sua alegria  com a condecoração  ao Título de Cidadão Natalense. Ele disse: "HOJE ADQUIRO DUPLA CIDADANIA, serei também cidadão natalense. Estou em verdadeiro estado de graça. Além de cearamirinense, uma honraria que já me distingue como privilegiado, sou admitido como filho adotivo da cidade do sol. Só tenho que agradecer a Deus que me permitiu viver aqui, e à generosidade dos conterrâneos que me concederam a cidadania afetiva. Hoje, com a emoção aflorada, tudo pode acontecer. Estou feliz."





Na sua alocução de agradecimento pela honraria que lhe foi outorgado como "Cidadão de Natal", Pedro Simões confessou que preferiu não recorrer à segurança formal do discurso escrito, previamente racionalizado e estruturado, para deixar falar livremente as vozes do coração e das memórias de vida vivida e sentida e, como brilhante orador de improviso, Pedro Simões fez um resumo emocionalmente contagioso da história de suas origens e raízes, desde Aracaju, Rio de Janeiro, Bahia, até Ceará-Mirim, o vale encantado, onde chegou aos cinco anos, com seus pais: Dr. Percilio Alves, médico, sua mãe Dona Esmeralda e a única Irmã: Joventina Simões, também, como ele, advogada. (Transcrito do blogue: Culturas e Afetos lusófonos)


O sepultamento de Pedro Simões realizou-se no sábado (02), às 10h, no Cemitério Santa Águeda de Ceará-Mirim.



NOTA DA MEDIADORA: Meus votos de pesar aos familiares: Jailza Simões (esposa), Luciana, Frederico, Bianca, Amanda, Milena, Maria e Pedrito (filhos) e Joventina Simões (irmã). Que Deus os conforte! O nosso PEDRO SIMÕES apenas deslizou através da cortina que fecha a visão para o mundo e deixou para trás o corpo fadigado. Esta fazendo uma longa viajem através da eternidade. Participou da escola da vida terrena, aprendeu lições especiais necessárias para sua evolução espiritual. A partir de agora, ele estará conosco, sob forma diferente, vocês só precisam ter fé para senti-lo em vossas vidas, dando-lhes conforto, consolo... para preencher o vazio que estão a sentir. (CEICINHA CÂMARA)

Nenhum comentário:

Postar um comentário